A long time ago in a galaxy far far away…

Já experimentou buscar no Google pela celebre frase de abertura de Star Wars: “A long time ago in a galaxy far far away”, usando o navegador Google Chrome? O resultado da busca é apresentado pelo Google da mesma forma que as cenas de abertura dos filmes da série Star Wars, vale a pena conferir. Um belo trabalho de HTML5.

Screen Shot 2015-11-24 at 2.15.21 PM

MIT Technology Review – EmTech Brasil no Rio de Janeiro

IMG_1355

O maior encontro de tecnologias emergentes da MIT Technology Review chega ao Brasil pela primeira vez. Acontece nos dias 18 e 19 de novembro na Cidade das Artes, no Rio, a EmTech (emerging Technologies), conferência mais importante do mundo sobre tecnologias emergentes. É um espaço de convergência de ideias inovadoras, empresas de grande projeção e renomados especialistas do setor, capazes de transformar a sociedade e a economia do futuro.

O evento conta com uma série de palestras ministradas por pesquisadores e diretores renomados como Israel Ruiz (Vice-presidente e diretor financeiro do MIT), Jason Pontin (Diretor e editor da MIT Technology Review), Kathleen Kennedy (Presidente da MIT Technology Review e do MIT Enterprise Forum), entre outros.

SubPac – Tecnologia de Áudio Táctil

SubPac-S2-Front

O SubPac é uma tecnologia criada na Califórnia, pela empresa Studio Feed com objetivo de levar a uma nova dimensão sensorial suas experiências com música, games e filmes. No dispositivo as ondas sonoras são captadas e vibram em contato com as costas da pessoa que o utiliza trazendo uma experiência de imersão sensorial única. O SubPac pode ser usado por qualquer pessoa. Conheça mais sobre o SubPac na landing page desenvolvida pela Movin’ em: http://www.subpac.com.br

Festival Multiplicidade 2025

2c662b61fddec0e950973559d3f633121ec9aade

No ano de 2015, o Festival Multiplicidade aponta para o futuro e avança diretamente para o ano de 2025. Depois de revisitar sua primeira década na última edição, em 2014 quando comemorou 10 edições consecutivas, a proposta agora é antever os próximos dez com o FESTIVAL MULTIPLICIDADE 2025_ANO 20. De julho a novembro, o evento, que tem curadoria de Batman Zavareze e acontece no Oi Futuro Flamengo, promove encontros de vanguarda que propõem se aproximar do que se espera do futuro no campo de tecnologia e artes visuais. Uma temporada histórica que novamente se encerra com happenings nas sedes da Escola de Artes Visuais do Parque Lage e da Fundação Planetário.

“Fui aconselhado por Tom Zé em nosso 8º ano a fazer uma revisão mais profunda ao longo de nossa história e assim aconteceu. Em 2015, ao começar esta nova década do festival, vamos nos teletransportar para o futuro. Não quero prever as novas invenções mirabolantes das artes digitais, porque naturalmente todas ficarão obsoletas. O que me interessa é imaginar e romper com os modelos de nossa vida cultural no país”, diz Batman. “Depois de 10 anos seguidos, sem interrupções, recebemos um público que amadureceu e cresceu junto com o festival, e naturalmente, passou a frequentar com suas famílias nossas experiências. Neste momento estava muito claro que a mensagem visionária de Tom Zé fazia total sentido, em meio a tantos paradigmas entre tecnologias e arte, podemos afirmar que nosso grande olhar é pensar no festival que queremos ter daqui a 10 anos”, acrescenta.

Festival Multiplicidade – principal evento transmídia do Rio de Janeiro – dá o pontapé inicial para o futuro com quatro eixos temáticos que fazem parte do DNA do evento e acontecerão no Oi Futuro Flamengo: Multi 01_Geração Circuitada, 30 de julho e 6 de agosto; Multi 02_ GAME OVER, 20 de agosto; Multi 03_Música de invenção, 24 de setembro; e Multi 04_Cinema Extrapolado, 6 de novembro. As ocupações vão além do Oi Futuro e tomam a Fundação Planetário, no dia 6, e o Parque Lage, nos dias 7 e 8 de novembro apontando para nossos sentidos expandidos, VER e OUVIR.

“A programação deste ano começa com o foco nesta turma que vai dominar os palcos na próxima década. Uma geração que trabalha com liberdade, em coletivos, e reinventa os novos modelos de negócio criativo. Teremos na estreia jovens artistas em formação, porém com muita consistência e uma enorme energia intelectual”, afirma Batman. “É muito curioso porque a primeira atração deste ano estava, há 10 anos, com cinco anos de idade assistindo na plateia do teatro do Oi Fuituro Flamengo o seu pai, um dos artistas do coletivo Chelpa Ferro – Sergio Mekler –, e agora performa com sua banda Metatron. Chico Nery, também da Metatron, conheço há cerca de 12 anos. A sequência de artistas programados será a continuidade destas experiências inusitadas com novos artistas de todas as idades. As temáticas que entrelaçam a história do festival continuam as mesmas, enxergar com atenção o cruzamento de linguagens artísticas: ontem, o hoje e o amanhã.”

Multi 01_2025 e Espaços utópicos

No dia de abertura, 30 de julho, para celebrar a primeira década do festival, será lançado o livro comemorativo “Festival Multiplicidade – 10 anos”, que revisita a história do evento em fotos, textos e números, além de uma compilação exclusiva de fragmentos, estudos e inspirações – que serviram como base de reflexões para realização do festival ao longo de uma década. O livro traz um relato na primeira pessoa do idealizador e curador Batman Zavareze detalhando sua trajetória e também pauta os próximos 10 anos de realizações tecnológicas em textos da curadora de artes visuais e crítica de arte Daniela Labra e do poeta, tradutor e ensaísta brasileiro Augusto de Campos.

Durante o coquetel de lançamento do livro, o artista e pesquisador ítalo-francês Armando Menicacci apresentará uma instalação inédita de vídeo mapping criada em um workshop na Escola de Arte e Tecnologia Oi Kabum!, no Oi Futuro Flamengo. Aqui tudo é tela: arquitetura e mobiliário do local e público presente fazem parte desta instalação audiovisual, transgredindo a compreensão lógica de tela.

Em seguida, no teatro, o público poderá conferir a apresentação da banda carioca Metatron e do artista argentino Federico Lamas. A participação da banda, com idade média de 15 anos, remete à renovação e ao inusitado – dois dos integrantes são filhos de Sérgio Mekler, do coletivo artístico Chelpa Ferro, que com experimentações sonoras e visuais tocou no primeiro ano do festival, em 2005, e hoje troca de lugar com os herdeiros. Federico traz trabalho de projeção digital semelhante ao que apresentou em seu livro, “Vete al Diablo (com visión infernal)”, em que apenas maiores de 18 anos terão acesso ao conteúdo censurado ativado por lentes vermelhas, distribuídos na porta do teatro perante apresentação de algum documento de identificação com foto ou autorização de responsável. Aos que assistirem ao espetáculo a olhos nus, a censura será livre.

Após o espetáculo no teatro, a dupla carioca codeclub trabalha com música eletrônica e sets múltiplos. João de Beyssac e Luiz Arthur Ribeiro apresentam uma trama livre, que explora o limite dos gêneros, manipulando, cortando e colando áudio.

Multi_02_ Geração Circuitada

No dia 6 de agosto, na área externa, José Hesse leva seu projeto de música experimental eletrônica, Kindkid, ao encontro da linguagem de projeções com forte influência minimalista, glitch e experimental de Diego Bragança. Hesse define o projeto como uma forma de exorcizar seus próprios demônios.

Seu primeiro CD, “Colorine”, vem de sua necessidade de se expressar e “fazer” arte não óbvia, o que é perceptível em sua maneira de utilizar os vocais, como composição sonora, aliada a bases de teclados, baterias eletrônicas, e samples. Mixado por Manara e masterizado por Matt Colton, em Londres, o álbum é o segundo lançamento do selo colaborativo Domina.

Multi_03_ Ocupação_OF__ Game over

Ainda em agosto, no dia 20, a mobCONTENT, empresa especializada na criação audiovisual em plataformas inovadoras, vai incentivar crianças de 8 a 12 anos a criar seu próprio óculos de realidade virtual a partir de papelão, um par de lentes e um imã. Em seguida, elas poderão visualizar através destes óculos um mundo virtual construído por crianças como elas, durante a colônia de férias “Pequenos inventores” promovida pela Olabi em Julho. O resultado do projeto são maquetes e avatares contruídos a partir do zero, usando recursos como robótica, eletrônica, marcenaria e personagens produzidos em impressoras 3D.

Ao final do dia, a experiência é pensada para os adultos. Durante a performance do duo Astromash, serão disponibilizados óculos de realidade virtual com propostas transgressoras. Aplicativos de realidade virtual que propõem uma interface com toque, ou mesmo com uma total readequação da perspectiva dão o tom da intervenção.

No mesmo dia, o duo carioca Astromash vai se apresentar no Festival. Os integrantes A.PAX (aka Nervoso) – voz, guitarras, sintetizadores, bateria, percussão e baixo e A.DES (aka André Dessandes) – voz, sintetizadores, efeitos e programações, trazem em seu primeiro disco influências que passam pelo synthpop britânico, pelo rock dos anos 80, pelas trilhas sonoras que fizeram parte de clássicos SCIFI, e claro, pelos inúmeros games clássicos, origem do nome da dupla.

É como se Giorgio Moroder, DepecheMode, Ministry, Gary Numan, New Order, The Cars, Prodigy e Air tivessem encontrado com Erasmo Carlos, Mutantes, Azymuth num festival de Rock nos anos 70 aqui em terras brasileiras.

PROGRAMAÇÃO:

> Multi_01_Ocupação_OF__ 2025 e Espaços utópicos__

30 de julho de 2015
18h – Lançamento do Livro Festival Multiplicidade_10 anos
18h às 23h – Armando Menicacci (ITA/FRA) & Oi Kabum! Rio
Instalação do workshop de mapping: Espaços utópicos | 1º piso
19h – Metatron (BRA-RJ) & Federico Lamas (ARG) | Teatro
20h – codeclub (BRA-RJ) | 1º piso

> Multi_02_Ocupação_OF__ Geração Circuitada__

6 de agosto de 2015
20h – Kinkid & Diego Bragança (BRA-RJ) | Teatro

> Multi_03_Ocupação_OF__ GAME OVER__

20 de Agosto de 2015
10h – mobCONTENT – Oficina “Pequenos inventores” | Teatro
20h – Astromash | Teatro

> Multi_04_Ocupação_OF__ Música de Invenção__

24 de Setembro de 2015

> Multi_05_Ocupação_OF__ Cinema Extrapolado__

05 de Novembro de 2015

> Multi_Ocupação_Planetário__Ver__

06 de Novembro de 2015

> Multi_Ocupação_Parque Lage__Ouvir__

07 e 08 de Novembro de 2015

Junte pontos online e troque por prêmios com o admoney

1500x500

Você já conhece o admoney? É o primeiro programa de lealdade online do Brasil. No Admoney, você ganha pontos fazendo as coisas que você normalmente faz na Internet. Você faz suas compras online, pega cupons, navega na web, participa de atividades e junta admoneys. Com os admoneys você pode trocar por presentes das lojas mais populares de vendas online do Brasil.

O admoney é um projeto do WDG e da BRMBP - Brazil Merchant Banking Partners – empresa americana de merchant banking e assessoria em private equity, desenvolvido pela Movin’. 

Quer conhecer mais um pouco sobre o admoney? Da uma olhada no vídeo:

Interessou? Participe em: www.admoney.com.br

Aplicativo convida você a fiscalizar resultado das eleições

Untitled-1

Muito se discute sobre o quão confiáveis são as urnas eletrônicas brasileiras. Foi pensando em analisar o resultado da apuração final dos votos nas eleições presidenciais de 2014 que Diego Aranha, professor e pesquisador de segurança digital da UNICAMP, desenvolveu o Você Fiscal: um aplicativo Android que pretende analisar os números de votos de cada urna eletrônica utilizada no país e comparar os dados com o resultado oficial divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Projeto financiado colaborativamente pelo Catarse, o aplicativo permite que usuários fotografem os Boletins de Urna (BU) de suas sessões eleitorais e os envie ao Você Fiscal. O BU é uma espécie de extrato da urna que contabiliza o total de votos para cada candidato e é impresso e afixado nas portas de suas respectivas sessões eleitorais às 17h no dia da votação. Reunindo o maior número de Boletins de Urna possível, o Você Fiscal pretende comparar os resultados com a apuração oficial e identificar divergências.

Conheça mais sobre o projeto em www.vocefiscal.org e assista ao vídeo abaixo:

Baixe o novo álbum do U2 de graça na iTunes Store

Untitled-1
No último dia 9, ao final do evento onde a Apple apresentou o novo iPhone 6 e o Apple Watch, a banda irlandesa U2 se apresentou ao vivo com a canção “The Miracle (Of Joey Ramone)” do seu novo álbum Songs of Innocence. Bono Vox e seus parceiros aproveitaram a ocasião para anunciar que estariam disponibilizando seu novo álbum gratuitamente na iTunes Store.

Se você ainda não sabia da novidade, clique aqui e baixe agora!

Fim de uma era: Orkut sairá do ar ainda este ano

orkut

O Google anunciou na manhã desta segunda feira que vai descontinuar o Orkut a partir de 30 de setembro de 2014. Já a partir de hoje a rede não está mais aceitando novos cadastros. De acordo com a nota divulgada no blog oficial Google Brasil, Paulo Golgher, Diretor de Engenharia da empresa, afirma que o crescimento de redes como Youtube, Blogger e Google+ ultrapassou o do Orkut ao longo da última década, por isso a decisão em tirar a rede do ar.

“Foram 10 anos inesquecíveis (…). Esperamos que vocês encontrem outras comunidades online para alimentar novas conversas e construir ainda mais conexões, na próxima década e muito além”, diz Golgher.

Lançado em 2004, o Orkut definitivamente marcou a história das redes sociais. Até 2011 ele era a maior rede social do mundo em número de usuários. A concorrência apertou, no entanto, com a chegada do Facebook, que se popularizou enormemente nos últimos anos.

Os usuários do Orkut terão à sua disposição uma ferramenta que permite migrar seus perfis desta rede para o Google+. Será possível também exportar os dados de seus perfis, como fotos, mensagens e comunidades através do GoogleTakeout, disponível até dezembro de 2016.

Dica: Como bloquear o seu smartphone em caso de roubo

O seu smartphone possui um número único identificador do aparelho chamado IMEI: International Mobile Equipment Identity (Identificação Internacional de Equipamento Móvel), no caso de perda ou roubo do seu smartphone entre em contato com a sua operadora e solicite o bloqueio do IMEI, desta forma o seu smartphone não poderá ser utilizado novamente após o bloqueio.

digitaleverywhere1