Rio+Design Milão 2015

riodesign

O design do Rio de Janeiro é hoje sinônimo de pesquisa, criatividade, soluções inovadoras, respeito ao ambiente. Tantos significados que se podem resumir em dois conceitos: tecnologia e sustentabilidade. Esses serão os fios condutores da sétima edição da mostra Rio+Design, durante o Salão Internacional do Móvel de Milão, de 14 a 19 de abril. A exposição é uma iniciativa do Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com Sebrae- RJ, Apex e Firjan.

Na sempre movimentada Zona Tortona, em meio a uma cenografia envolvente assinada por Guto Indio da Costa, caracterizada por cores vibrantes e imagens do Rio de Janeiro, serão expostas mais de 75 peças e projetos de cerca 40 escritórios de design. São criações de jovens talentos e profissionais consagrados, que nascem da paixão pela descoberta em um ambiente estimulante.

A madeira sustentável vai ter um papel de destaque, comprovando a escolha consciente e ecologicamente responsável das mentes criativas do Rio. E’ o caso de produtos como a poltrona “Espécies”, do Studio Zanini, ou ainda a mesinha “Moiré” e a luminária “Lumi.lu”, ambas do estúdio O Formigueiro, todas peças caracterizadas por um estilo contemporâneo. Um outro exemplo é a estante “Cobogó”, da Bold: produto que vai ser lançado internacionalmente durante Salão do Móvel, é produzida com madeira certificada e inspirada nos elementos de mesmo nome utilizados pela arquitetura modernista no Brasil, desde os anos 30 até a década de 60. Uma curiosidade: os recortes de madeira, realizados para dar forma à estante, não são descartados. São transformados em novas peças como aparadores, evitando o desperdício e aumentando a rentabilidade do projeto.

A inovação estará presente com projetos surpreendentes como o “Gota”, uma parceria da NEXT PUC-Rio e FMC Technologies do Brasil, em que o design é usado para a otimizar a exploração de petróleo e gás natural no fundo do mar. Sempre o NEXT PUC-Rio vai apresentar réplicas texturizadas, realizadas com impressora 3D, do mais famoso monumento brasileiro: o Cristo Redentor.

O público do Salão do Móvel vai poder conhecer, ainda, o processo criativo que gerou cada peça. Monitores vão exibir vídeos que contam detalhes e curiosidades sobre os projetos, além de mostrar o perfil dos criadores.

Ao mestre Sérgio Rodrigues, morto em setembro de 2014, será dedicada uma homenagem especial. Rodrigues é considerado um dos pais do móvel moderno brasileiro e participou da Rio+Design desde a sua primeira edição.

“O Rio de Janeiro (não só a cidade, mas todo o estado) é uma fonte contínua de projetos interessantes que confirmam o potencial do nosso design. Estamos sempre abertos a novos negócios e parcerias com outros países e, atualmente, muitos dos profissionais do Rio são uma referência no mundo quando se fala de design brasileiro”, diz a subsecretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado do Rio de Janeiro, Dulce Ângela Procópio.

Esta é mais uma edição do Rio+Design em que a Movin’ realiza a gestão de conteúdo de redes sociais da Rio+Design, ajudando a fomentar o design carioca nacional e internacionalmente. Fique por dentro das novidades da mostra em facebook.com/riomaisdesign