Yo: mais simples que isso, imposível!

yooUm aplicativo que permite a seus usuários enviarem a expressão “yo!”para seus contatos. Simples assim, a descrição termina aqui. Não há a possibilidade de envio de fotos, vídeos ou mesmo mensagens de texto. A única finalidade é enviar uma notificação com a expressão que dá nome ao aplicativo.

A ideia do aplicativo surgiu quando Moshe Hogeg, CEO do aplicativo de compartilhamento de fotos e vídeos Mobli, se cansou de enviar a sua assistente diversas mensagens de texto requisitando sua presença em sua sala. Hogeg pediu então a Or Arbel, um antigo desenvolvedor iOS da empresa, para criar uma solução. Hoje o app já conta com cerca de 50 mil usuários e a empresa que o criou já levantou US$ 1 milhão em financiamento.

Lançado em abril, apenas na última semana o Yo recebeu certa atenção, após uma publicação do jornal inglês Finacial Times. Segundo a reportagem, “o Yo estende a ideia [de simplicidade] ao extremo: trocar mensagens sem as mensagens”.

De fato, apesar de sua premissa pouco atrativa, existem usos legítimos para o Yo. Entre diversas pessoas, por exemplo, é um habito comum “dar um toque” no celular de alguém, apenas como forma de notifica-la de uma situação já subentendida, sem a necessidade de uma mensagem mais elaborada.

“Se você acha que é apenas um aplicativo que diz ‘Yo‘, você entendeu errado. (…) é uma nova forma de receber notificações leves e não intrusivas. Estamos aqui para eliminar o ruído. Gostamos de chamar isso de troca de mensagens baseada em contexto”, afirma Hogeg.

Quer experimentar o Yo? Baixe grátis na App Store ou no Google Play.

Em seus sofás, alemães lotam estádio para assistir ao mundial

Untitled-1Parece contraditório, mas é exatamente essa experiência que o time alemão FC Union Berlin propõe aos torcedores: levar seus próprios sofás para o seu estádio, Alte Försterei stadium, onde podem assistir aos jogos da Copa do Mundo em um telão.

E o evento WM Wohnzimmer (Copa do Mundo na Sala) parece ter mesmo caido no gosto do público, que tem comparecido em peso às exibições dos jogos. Gerald Ponesky, idealizador do evento, disse ao jornal britânico Metro que a ideia surgiu ao ouvir torcedores cantando. “Era algo como ‘minha casa, meu sofá’. Foi aí que caiu a ficha”, revelou Ponesky.

Estima-se que aproximadamente 12 mil torcedores compareceram ao jogo de abertura da Copa, que terminou com a goleada de 3×1 do Brasil sobre a Croácia.

Pestadio-sofa-berlim-copa-2014s-th-001-922x620It's an exciting match

Na semana passada, a Movin’ lançou um aplicativo para smartphones Android e iOS com a mesma premissa: o TOS – Torcida Organizada do Sofá é um app second screen que permite ao usuário torcer pelo seu time do conforto de seus sofás. Os alemães parecem ter aderido à ideia!

Acesse www.torcedoronline.com.br para baixar o aplicativo, ou baixe diretamente da App Store ou do Google Play.

 

Vessyl: copo identifica bebida e mostra informações nutricionais

vessylO “smart cup” Vessyl, criação da empresa americana Mark One, pretende entrar para a lista de gadgets que nos ajudam a manter um estilo de vida saudável com uma ajudinha da tecnologia. Utilizando sensores internos, o Vessyl pode identificar a bebida que o usuário está colocando dentro do copo e ainda informar suas propriedades nutricionais, como quantidade de calorias, gorduras proteínas e carboidratos. Além disso, com a funcão Pryme, o usuário pode obter informações sobre a quantidade ideal diária de consumo de água.

Através de uma conexão bluetooth de baixo consumo de energia, todas essas informações coletadas com o Vessyl são enviadas ao seu smartphone para que o usuário tenha maior controle sobre as bebidas que consome diariamente.

O Vessyl custa US$ 99 e já pode ser encomendado pelo site, com previsão de entrega para o início de 2015.

Conheça mais sobre o produto acessando o site oficial.

Os pequenos grandes passos de Miguel Nicolelis

paraplegico1.

Imagem: G1

Professor de Neurociência Neurobiologia, Engenharia Biomédica e Psicologia da Universidade de Duke, nos EUA, o brasileiro Miguel Nicolelis é o responsável pelo The Walk Again Project, um consórcio internacional de pesquisa sem fins lucrativos que conta com mais de 156 médicos de todo o mundo e  visa desenvolver terapias e tecnologias inovadoras para restaurar a mobilidade de pacientes com severa paralisia corporal.

Utilizando o primeiro exoesqueleto totalmente controlado pelo cérebro humano e desenvolvido pelo projeto, Juliano Pinto, 29 anos, que tem paraplegia completa de tronco inferior e membros inferiores deu um chute em uma bola durante a abertura da Copa do Mundo de 2014 na última quinta-feira (12).

O ambicioso projeto apresenta importantes insights sobre como o cérebro humano constrói nosso pensamento e autoconsciência, e de que forma essas questões podem ser potencializadas por máquinas.

Em sua página do Facebok, Nicolelis compartilhou um video explicativo sobre o projeto:

O neurocientista brasileiro também publicou um vídeo dos testes realizados com o exoesqueleto:

 

CUE: Um dispositivo para monitorar a sua saúde

Screen Shot 2014-06-12 at 11.00.01 AME se as pessoas pudessem detectar uma gripe assim que ela se iniciasse? E se pudessem ver como a alimentação e a atividade física estão moldando seus corpos em nível molecular? Foi pensando em como responder a estas perguntas, que a CUE, uma pequena start-up de San Diego, depois de quatro anos e investimentos de mais de 1.5 milhões de dólares, lançou um pequeno dispositivo, também chamado de CUE, que permite que as pessoas façam diagnósticos em casa, usando cartuchos descartáveis que determinam: níveis de vitamina D, inflamação, níveis de testosterona, fertilidade e de gripe.

Para realizar os diagnósticos o CUE utiliza: saliva, fluido nasal ou uma gota de sangue. Os resultados acontecem em minutos, e são exibidos em um aplicativo de iPhone ou Android via Bluetooth.

Screen Shot 2014-06-12 at 10.58.49 AM

O preço de varejo estimado para o lançamento é de 300 dólares. Os cartuchos descartáveis serão vendidos entre 2 e 10 dólares a unidade. A expectativa é que ele chegue no mercado no outono de 2015, mas a empresa já esta aceitando pedidos em: cue.me

Assista ao vídeo do CUE:

Visite o site em: cue.me

Google realiza testes de seu Projeto Loon no Piauí

Untitled-1

O Projeto Loon é uma iniciativa ambiciosa da Google que pretende levar internet à áreas rurais e remotas do planeta ainda sem acesso a web. O Loon consiste em balões controlados remotamente e movidos a energia solar, que flutuam em camadas de vento da estratosfera, situada aproximadamente a 20km de distância do solo.

O Piauí foi o escolhido para os testes pois além ocupar posição geográfica favorável e possuir clima seco, é um dos estados brasileiros que mais carece de acesso a internet: apenas 27% da população (cerca de 3 milhões de pessoas) estão conectadas.

Um primeiro lançamento foi realizado no dia 28 de maio e outro na última sexta-feira (6). Cinco balões trafegarão pela estratosfera por 100 dias. O Google realiza os testes do Projeto Loon em parceria com a Telebrás.

Assista abaixo ao vídeo explicativo da tecnologia utilizada:

Relatório da KPCB aponta Brasil como quinto maior mercado da internet

kpcb

A Kleiner Perkins Caufield & Byers (KPCB), empresa que, entre outras atividades, analisa tendências de crescimento da internet e tecnologias digitais, divulgou na última semana seu Internet Trends 2014, um dos relatórios mais esperados do ano sobre as últimas tendências de usos de produtos e serviços da web.

O relatório aponta notável crescimento anual no uso de smartphones e tecnologias mobile. Os Tablets, por exemplo, ultrapassaram as vendas de desktops e notebooks no ano de 2013.

Além disso, perdendo apenas para China, EUA, Japão e Índia, os dados apontam o Brasil como o quinto maior mercado consumidor na internet. O país finalizou o ano de 2013 contabilizando 100 milhões de internautas e 72 milhões de smartphones.

Acesse o relatório completo aqui.